Abóbadas

Abóbadas são estruturas que se estendem apenas numa direção, abóbadas cilindricas. Os vãos das abóbadas começam perto dos 40 m e podem chegar a mais de 100 m. As abóbadas da Gometrica tem sido usadas como instalações desportivas, terminais de transport, hangares de aviões e para proteção ambiental.

abóbadas de barril

A abobadas da Geometrica são normalmente reforçados com nervuras com poucos metros. Algumas abóbodas arquitétonicas são espaços continuos desenvolvidos para a geometria desejada.
 
Abóbodas podem ser de diversas formas transversais:

  1. Parabolicas: funcionam melhor para vãos mais longos com cargas de gravidade mais pesadas, tais como neve ou ventos moderados.

    Cúpulas parabólicas

  2. Circular: Ideal para altas cargas de vento.

    Cúpulas circulares

  3. Aguda: Esta geometria é desenhada para aguentar cargas pesadas como calçadas ou carros tripper, e para lançar a neve.
    Modelo Realidade

    Cúpulas agudas

    Fabricante de cúpulas agudas

  4. Dobrada: Esta deve ser escolhida quando o espaço da pegada é muito restrito.

    Cúpulas curvadas

  5. Curva composta: Alternativa à Dobrada quando o espaço é restrito.

    Cúpulas de curva composta

As próprias nervuras têm, geralmente, uma secção transversal triangular, mas para vãos muito grandes, ou por grandes esforços de flexão, as nervuras podem ter uma profundidade dupla para uma secção transversal losango. E, similares às armações de espaço planas, a parte superior da corda pode ter uma densidade aumentada em relação às teias das nervuras. O fim de uma abóbada pode ser fechada com uma parede vertical, ou um semi-cúpula. 

Cofres Geometrica